Resenha – Wiegedood – There’s Always Blood At The End Of The Road

Denso, caótico, angustiante, classifique como quiser, mas sem dúvidas todas essas características fazem parte do “There’s Always Blood At The End Of The Road” recém trabalho do Wiegedood

Diferente da trilogia “De Doden Hebben Het Goed I-III” onde a banda trabalha um som mais obscuro e nitidamente triste, esse último trabalho transparece raiva e ódio do início ao fim e percebemos isso logo na “FN SCAR 16” que se inicia com suspiros angustiantes.

“And In Old Salamano’s Room, The Dog Whimpered Softly” se tornou uma das minhas favoritas, guitarras estridentes em total harmonia com uma bateria agressiva, mas o destaque fica todo nos diálogos assustadores que completam a atmosfera densa (eu ainda estou buscando mais informações sobre isso, mas aparentemente, o titulo da música foi retirado de um livro)

O decorrer do álbum ocorre de maneira natural e contagiante onde os vocais agudos de Levy Seynaeve soam como gritos de angústia e sofrimento em grande parte das músicas.

“Now Will Always Be” é a faixa mais longa do álbum, nela novamente notamos os riffs agressivos, contracenando com um vocal mais limpo em algumas partes e ampliando a sonoridade moderna do Black Metal

“Wade” não é a 6° faixa do álbum por acaso, apenas no violão e um leve agudo ao fundo, terminando com um som de algo como um brinquedo quebrado, logo após se inicia “Nuages”, caótica e perturbadora, o trecho


“Candlelit fire, set his heaven ablaze.
Disfigured fingers and burning flesh.
From the ashes, rose lightning and thunder.”

deixa isso bem claro, e novamente a banda utiliza de sons e diálogos angustiantes e incompreensíveis.

There’s Always Blood At The End Of The Road

TRACKLIST

  1. Fn Scar 16
  2. And In Old Salamano’s Room, The Dog Whimpered Softly
  3. Noblesse Oblige / Richesse Oblige
  4. Until It Is Not
  5. Now Will Always Be
  6. Wade
  7. Nuages
  8. Theft And Begging
  9. Carousel
Nos sigam e deêm um like na gente \m/
error
fb-share-icon

About Gustavo Diakov

Idealizador disso aqui, Fotógrafo, Ex estudante de Economia, fã de música, principalmente Doom/Gothic/Symphonic/Black metal, mas as vezes escuto John Coltrane e Sampa Crew.

View all posts by Gustavo Diakov →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.