Sonoridade Indica: Fabio Anze + Quarentine Acoustic Sessions

Estamos aí caminhando para quase dois anos de pandemia da Covid-19, pois é gente ainda não acabou como algumas más línguas dizem por aí! E dentro desse panorama todo, surgiram diversos projetos de variados tipos, como o Lockdown do João Gordo (Ratos de Porão) e do Antônio Araújo (Korzus) por exemplo e muitos mais. As pessoas buscaram esse tempo para experimentar coisas diferentes, coisas novas e algumas delas até mesmo para dar vazão ao que estamos vivendo. Nesse contexto que surgiu o trabalho que vou indicar hoje para vocês.

Meu amigo e companheiro de banda no Sangue Ódio Hardcore, Fabio Anze, começou a explorar uma área musical diferente da usual para ele, pois no Sangue Ódio Hardcore ele é baterista, a voz. Apesar de ter experiências passadas cantando gutural, ele resolveu se aventurar nas bandas dos anos 1990, principalmente no que foi chamado pela mídia musical como grunge. Revisitando algumas bandas de sua adolescência, porém expandindo além dos pontos comuns como Nirvana e Pearl Jam. Inicialmente dando atenção para bandas como Alice In Chains, Soundgarden e indo mais afundo ouvindo bandas como Mother Love Bone, Green River, Mad Season, Temple of The Dog como também ouvindo os trabalhos solos do Jerry Cantrell, Days Of The New, Stone Temple Pilots, revisitando bandas mais recentes como o Seether também.

A partir de toda essa vasta pesquisa musical nos confins melancólicos, friorentos e chuvosos de Seattle, no odiado e imperialista tio Sam, e lembrando que o Seether é da África do Sul, ele começou a compor alguns sons acompanhado de seu violão e após experimentar o que melhor se encaixava com a sua voz e o deixava mais confortável, compôs algumas músicas e as disponibilizou no bandcamp, criando então o projeto Quarentine Acoustic Sessions, ao qual gravou de maneira totalmente caseira os sons lá disponibilizados.


Porém ele não parou por aí, além do Quarentine Acoustic Sessions, o Fabio criou um canal no YouTube que leva seu nome “Fabio Anze” onde ele posta toda semana vídeos tocando versões de diversas bandas dos anos 1990, músicas as quais resultaram do seu estudo para aprender a cantar num estilo diferente que não fosse gutural, além é claro para aprender a compor no violão/guitarra também. Lá vocês irão encontrar verões do Seether, Stone Temple Pilots, The Cranberries, Smashing Pumpkins, Foo Fighters, Silverchair e recentemente ele soltou uma versão do Offspring, explorando uma sonoridade diferente das anteriores.

Portanto se vocês gostam dessas bandas, queiram se sentir nostálgicos ou até mesmo conhecê-las, deixarei os links para o Bandcamp, YouTube e a página do Facebook do Fabio para vocês conhecerem o trabalho dele, que inclusive contribuí com a letra do single “Upside Down” que está no Bandcamp do Quarentine Acoustic Sessions, então passem por lá para ouvir.

BANDCAMP YOUTUBE FACEBOOK

Nos sigam e deêm um like na gente \m/
error
fb-share-icon

About André Fagundes

Designer de formação e músico por paixão e teimosia, cresci indo na Galeria do Rock atrás de zines para ler, além de flyers de shows e namorar as guitarras das lojas da Santa Ifigênia no Centro de São Paulo.

View all posts by André Fagundes →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.