Entrevista: Alyson Garcia

Conversei com o Alyson (As The Palaces Burn) Sobre lançamentos, novidades e próximos shows, confira o bate-papo:

Sonoridade Underground: Eu vi que vocês surgiram em 2018, foi um projeto que já vinha sendo trabalhado antes disso ou veio à ideia e vocês já colocaram em prática?

Alyson Garcia: Então, a banda nasceu capitaneada pelo Diego Bittencourt que é o guitarrista e compositor do grupo. Ele fazia parte de uma banda anteriormente, e que parou com o tempo. Como ele tinha essas músicas, as mesmas acabaram se tornando os dois primeiros singles da ATPB, The Devils Hand e I Tried.

Sonoridade Underground: E como é que o grupo foi montado? 

Alyson Garcia: O Diego primeiramente ele recrutou o Gilson para a bateria, sem seguida fez um contato enviando o material das duas primeiras músicas, conversamos sobre os planos com a banda e eu topei em seguida. E para fechar o grupo encontramos o cara do baixo, que foi o André Schneider, e que esteve conosco até o início de 2021.

O processo todo de composição foi muito acelerado, Diego já nos apresentava a estrutura, melodia, letra da cada música e aperfeiçoávamos todos juntos, com isso era realizada a pré-produção de cada faixa,  que no caso do álbum End´evour ficou a cargo do próprio grupo, e na sequência o seu registro. A coisa fluiu muito rápido e alguns meses  depois lançávamos o álbum End’evour (2019).

Sonoridade Underground: E essas composições já estavam 100% completas?

Alyson Garcia: Não, o Diego trazia até nós à estrutura das músicas, a ideia de bateria, a letra inicial a as melodias iniciais. A gente se deu muito bem  desde o início, e em seguida partimos para o estúdio, tanto que as primeiras as primeiras reuniões que a gente teve a gente já foi direto gravar os dois singles. Ai identificamos uma fórmula de trabalharmos juntos e com mais eficiência. Cada um dentro da banda tem uma função. Eu sou mais do comercial/marketing, Gilson é youtuber, faz os nossos registro em seu estúdio, sempre nos apresenta excelentes ideias e atua também como nosso produtor juntamente com o Diego. 

Sonoridade Underground: E é legal isso, a formação é praticamente a mesma, só teve uma mudança de baixista, tudo funcionou direitinho. A saída do André foi uma decisão pessoal dele?

Alyson Garcia: Sim cara, foi ele acabou se desligando. Por motivos pessoais mesmo, a gente continua tendo uma relação boa. Porém a banda queria acelerar, não tiramos o pé sabe! Mesmo diante da saída do André, continuamos focados compondo o material para o novo álbum, que teve o seu registro completo no ano passado nos meses de agosto e setembro e posso adiantar que o material ficou sensacional! O nosso trabalho com Adair se encaixou como uma luva, ele nos conhece muito bem, e extraiu o que tínhamos de melhor para registrar aquele que se tornará nosso melhor e mais audacioso trabalho. 

Sonoridade Underground: E você conhecia o Diego de outros lugares?

Alyson Garcia: Então cara, eu, o Diego e o Gilson, a gente se conhece desde a época de colégio, das primeiras bandas de garagem. Já tocamos juntos no passado em nossas primeiras bandas, isso que é o mais legal. Mas a gente sempre teve contato. Eu e o Diego, tivemos uma  banda de metal chamada Enforcer que ficou na ativa de 2004 a 2010. 

Sonoridade Underground: Vocês tem um EP com três musicas, e um single, porque não esperaram mais um pouco e  lançavam um Full?

Alyson Garcia: Então, esse é o plano. Temos o EP All The Evil que a foi lançado na época da pandemia em 2020. Em 2021 lançamos o single For The Weak, que é a primeira amostra do novo álbum. Como não queríamos ficar sem material novo até o lançamento do segundo álbum. Gilson teve a brilhante ideia de fazermos um EP tributo a ícones brasileiros de metal/rock. Então definimos registrar uma faixa da banda Angra, o Dr. Sin e  Sepultura.

Então após finalizar o registro do vindouro segundo álbum, fomos novamente para o estúdio IMGN registrar o EP.  Nossas releituras, sempre foram destacadas, com Abigail do King Diamond do álbum End´evour , e a homenagem ao Savatage, Hall of the Mountain King  que consta no EP All the Evil.  E preparem-se tem os uma surpresa em relação a releituras no álbum que esta chegando, vai constar um super medley!

Sonoridade Underground: eu ouvi as releituras dos dois primeiros lançamentos, curti bastante! e vai rolar lançamento em mídia física ou não tá nos planos por enquanto?

Alyson Garcia: Sim, o próximo álbum vai sair em formato físico. 

Sonoridade Underground: Dê um spoiler das bandas que vocês fizeram nesse medley ai, sou curioso hahaha

Alyson Garcia: Cara, a gente fez uma mistura muito louca. Imagine Rush, Dio, Death, Slayer, Depeche Mode, Van Halen, Pantera  e Children Of Bodom em uma mesma faixa!. 

Detalhe que fizemos essa montagem  com a intenção de homenagear bandas em que algum integrante já não esteja entre nós. E por incrível que pareça a única banda da qual estava no medley e que não tinha ninguém que havia passado para o lado de lá, no caso o grupo Depeche Mode,  anunciou há poucos meses o falecimento do seu tecladista, Andrew Fletcher. Ficamos de cara, louco! 

Sonoridade Underground: Hahahaha só banda foda, isso é basicamente a influência de todos vocês em uma musica só?

Alyson Garcia: Quase isso. Conseguimos reunir tudo em uma faixa.

Sonoridade Underground: E com o lançamento do próximo full, vai rolar turnê de divulgação? Já estão correndo atrás disso?

Alyson Garcia: Então cara, tudo isso aí vai depender do próprio lançamento.  Com certeza a gente vai querer tocar estar em vários festivais e mostrar o nosso som para o Brasil e no exterior. Mas primeiro vem o planejamento do lançamento. Isso que vai ditar tudo. Enquanto isso a gente vai promover algumas coisas por aqui. Acredito que até o final do ano vai rolar algumas apresentações bem legais.

Sonoridade Underground: e vocês tem merchandising disponível? Camiseta, blusas, algo do tipo? 

Alyson Garcia: Então cara, as camisetas que eram  vinculadas ao merchandising do EP All The Evil não temos mais. Porém, temos o EP em formato físico para venda. 

Como lançamos o single FTW e adotamos a nova logotipo, temos intenção de fazer novas camisetas. E claro com o novo álbum virá um material acompanhando o CD.

Sonoridade Underground: Mano, pra não tomar mais seu tempo, o nome da banda tem algum significado específico, alguma origem, ou nada especifico?

Alyson Garcia: Cara, então, o nome da banda foi uma ideia do Diego. Mas foi em função, foi uma inspiração que ele teve e se encaixou bem até na época que a gente está vivendo. Um verdadeiro caos em vários níveis da sociedade.  Muita gente acaba vinculando a um álbum do Lamb of God, mas não tem nenhum vínculo.

Sonoridade Underground: Boa mano! Cara, valeu pelo seu tempo, antes de tudo peço perdão pela demora, mas saiu! Se quiser deixar alguma consideração final, fique a vontade! 

Alyson Garcia: Eu que agradeço, né cara! É isso aí, a gente tem que se fortalecer e ajudar. Vamos divulgar o canal de vocês, o trabalho de vocês, pode contar conosco. Tá!

Eu que cuido das nossas redes sociais e faço o contato com sites e veículos de imprensa, sei da importância de tudo isso. 

A minha consideração final, cara, é a importância das rádios, dos blogs, dos sites! Que divulgam a música, principalmente a música autoral, do Brasil tem tanta banda boa! Tanta banda boa que o que a gente tem que fazer é aproveitar também o que é daqui. Estamos loucos para voltar aos palcos. Já estamos ensaiando com o novo baixista. 

Quero convidar a quem esta lendo a entrevista pra acompanhar as nossas redes sociais, o Instagram e o facebook e ficar ligado que tem muita coisa boa pra chegar até o final do ano!

Instagram: @asthepalacesburn1

Facebook: www.facebook.com/asthepalacesburn

Sobre o Artista :

O som da banda brasileira de heavy metal “As The Palaces Burn” é conhecido por sua mistura bem equilibrada de agressividade e técnica, com influências que vão do Heavy Metal tradicional ao Thrash Metal, culminando no Metal
Progressivo e um toque de metal moderno. A banda finalizou recentemente o registro do seu segundo álbum, ‘Drowning
Into Shadows’, que foi produzido pelo famoso produtor musical Adair Daufembach e será lançado no final de 2022.
“For the Weak”, o primeiro single, foi lançado em 2021 e tem um lyric video publicado exclusivamente pela revista brasileira Roadie Crew. “‘For The Weak’ é uma prévia do próximo álbum.”
Em maio de 2022, foi lançado o EP “Offer To The Gods”, fazendo uma homenagem a três bandas de metal brasileiras mais famosas: Angra(Streets Of Tomorrow), DR. SIN(Fire) e Sepultura(Mass Hypnosis).”
As The Palaces Burn surgiu em 2018 e lançou seu álbum de estreia “End’evour” em 2019. Com o lançamento do EP de três faixas “All the Evil” em 2020, que incluiu um cover de “Hall of the Mountain King” de Savatage. ” A mídia
especializada reconheceu a notoriedade do grupo. Esses lançamentos receberam ótimas críticas e foram indicados ao prêmio
de Melhor do Ano da Roadie Crew Magazine em 2019 e 2020. O trabalho musical do grupo está disponível em todas as plataformas de streaming.

https://linktr.ee/asthepalacesburn

Nos sigam e deêm um like na gente \m/
error
fb-share-icon

About Gustavo Diakov

Idealizador disso aqui, Fotógrafo, Ex estudante de Economia, fã de música, principalmente Doom/Gothic/Symphonic/Black metal, mas as vezes escuto John Coltrane e Sampa Crew.

View all posts by Gustavo Diakov →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.