Angra: Banda lança streaming do álbum “Aqua”

O sétimo trabalho de estúdio do Angra, “Aqua”, originalmente lançado em 11/08/2010, já se encontra disponível em streaming. O petardo é considerado um disco conceitual, pois gira em torno da peça “A Tempestade”, de William Shakespeare

Em 2020, dez anos após o lançamento, o grupo resolveu dar uma nova vida ao trabalho e contratou o renomado engenheiro de áudio Adair Daufembach para remixar e remasterizar as dez faixas se utilizando de timbres mais modernos e dando uma nova perspectiva aos arranjos. 

Os integrantes à época eram: Edu Falaschi (vocal), Rafael Bittencourt e Kiko Loureiro (guitarras), Felipe Andreoli (baixo e guitarra extra em “Lease Of Life”) e Ricardo Confessori (bateria), que também tocou percussão adicional. E sobre o lançamento em streaming, Felipe analisa: 

“Foi muito emocionante ouvir novamente essas músicas por essa perspectiva do Adair. Sempre que uma nova pessoa se envolve no processo, e especialmente nesse caso na mixagem, ela traz a sua própria visão daquele trabalho. O Adair foi muito feliz, não só em modernizar e encorpar o som do álbum, mas também em resgatar arranjos que não foram muito valorizados pela mixagem original. Sempre achei que o Aqua tinha excelentes composições e performance, mas que faltava algo no som. Agora acho que as músicas estão merecidamente renovadas e o público terá a chance de apreciar o álbum mais profundamente. A arte da capa, que sempre achei incrível,  também recebeu uma atualização nas mãos do artista original, Gustavo Sazes”. 

As faixas são:

1) Viderunt Te Aquæ

2) Arising Thunder

3) Awake From Darkness

4) Lease Of Life

5) The Rage Of The Waters

6) Spirit Of The Air

7) Hollow

8) A Monster In Her Eyes

9) Weakness Of A Man

10) Ashes 

Encontre o streaming de “Aqua” nas principais plataformas digitais. 

Nos sigam e deêm um like na gente \m/
error
fb-share-icon

About Gustavo Diakov

Idealizador disso aqui, Fotógrafo, Ex estudante de Economia, fã de música, principalmente Doom/Gothic/Symphonic/Black metal, mas as vezes escuto John Coltrane e Sampa Crew.

View all posts by Gustavo Diakov →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.