De casa cheia em plena Segunda-feira Molchat Doma, se apresenta na Audio

Molchat Doma, banda de pós punk bielo-russa, faz show a níveis de mainstream, em plena segunda-feira no Brasil 

O que era praticamente impossível de acontecer, aconteceu, o grupo de post punk da Bielorrúsia, Molchat Doma anunciou uma turnê que passaria pelo México, Colômbia, Argentina e Chile deixando o Brasil de fora, mas por pouco tempo. 

A frase “come to Brazil, please” inundou as redes sociais da banda, tornando o sonho de muitos realidade quando foi anunciado uma única data aqui, 11/04/2022 na Audio, em São Paulo. 

Jenni Sex foi a banda responsável pela abertura do show, banda de post-punk nacional, eles apresentaram músicas do seu trabalho “Song through your tongue” de 2018. 

Anunciado no dia do evento o trio paulista foi escolhido pelo próprio Pavel Kozlov e mostrou que a escolha foi certeira, com um show enérgico e grandioso eles conquistaram aqueles que não conheciam o trabalho deles, e aos que conheciam só reforçaram a admiração pelo trio. 

Eu confesso que conheci a banda no dia, e gostei bastante, espero poder vê-los novamente em breve. 

Confira algumas fotos da apresentação:

A banda tem sido muito citada, devido ao fenômeno que se tornou a música ‘’Sudno’’ em aplicativos de vídeos rápidos como o Tiktok, mais voltados para temas como moda, e afins. È inegável a influência que as redes sociais têm nos dias de hoje, em todos os âmbitos voltados para a arte e cultura, e como a música é consumida nos dias de hj, em um modo que difere de cerca de 10 anos atrás (ou mais)

Porém, o que se viu nesta segunda-feira (11/04) na Audio Club em São Paulo, foi uma banda relativamente recente, que possui 3 álbuns de estúdio, sendo eles S Krysh nashikh domov (2017), Etazhi (2018) e Monument (2020), levar mais de 2 mil pessoas a cantarem suas músicas, embora sejam em russo, e se empolgar com as interações, hora em russo, hora em inglês, do vocalista Egor Shkutko, que também arriscou um ‘’Obrigado’’ em português. Além dos coros da platéia de Fora Bolsonaro, que ecoaram por mais de uma vez! 

O set list de cerca de duas horas, passou por toda carreira da banda até o momento, desde a introspectiva Volny até a empolgante Tancevat (esta com direito a uma sutil intro de A Forest do The Cure) 

O Molchat Doma trás de volta ao mainstream o legado de bandas oriundas dos anos 80 em uma sonoridade calcada no pós punk, mas com passagens pelo darkwave, até o gothic rock. Algo que pode se dizer ter um público muito nichado, em comparação aos estilos musicais que vemos no topo das paradas mundiais.

Foram cerca de dois anos de pandemia no Brasil e no mundo, onde aí se vive as consequências e resquícios causadas pelo coronavírus. Em meio a retornos com restrições e cancelamentos de shows, principalmente os internacionais, nos deparamos com um público sedento por vivenciar a experiência da música ao vivo novamente. E no caso do Molchat Doma, depois de tal recepção, nos fica a esperança de um breve retorno deles por aqui. 

Confira fotos da apresentação:

https://flic.kr/s/aHBqjzKocN

Setlist:

  1. Kletka
  2. Zvezdy
  3. Lyudi Nadoeli
  4. Toska
  5. Otveta net
  6. Udalil Tvoy Nomer
  7. Ya Ne Kommunist
  8. Obrechen
  9. Lenindgradskiy Blues
  10. Lubit’ I Vypolnyat’
  11. Doma Molchat
  12. Volny
  13. Kryshi
  14. Utonut’
  15. Tishina
  16. Tantsevat’
  17. Ne Smeshno
  18. Diskoteka
  19. Na Dne
  20. Sudno (Boris Ryzhyi)
  • Fotos: Gustavo Diakov
  • Texto: Andrei Ramirez/Gustavo Diakov
  • Agradecimentos: Midiorama/Audio Club
Nos sigam e deêm um like na gente \m/
error
fb-share-icon

About Gustavo Diakov

Idealizador disso aqui, Fotógrafo, Ex estudante de Economia, fã de música, principalmente Doom/Gothic/Symphonic/Black metal, mas as vezes escuto John Coltrane e Sampa Crew.

View all posts by Gustavo Diakov →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.