Staut mistura rock e psicodelia no lançamento do disco, “Viajando ao Quadrado”

A Staut traz influências que vão dos clássicos dos anos 70 ao som pesado atual. É como pegar o blues, rock clássico, heavy rock, metal, punk, hardcore, hard rock, grunge, prog, stoner, occult e indie, picar todos em pequenos pedaços, colocá-los no fogo e aspirar a sua fumaça. A banda acaba de lançar o disco ”Viajando ao Quadrado” em todas as plataformas de streaming pelo selo latino Electric Funeral Records. 

 Ao ouvir o disco “Viajando ao Quadrado” que contém 10 faixas, isso fica mais claro, pois nessa “trip” sonora todos esses elementos são percebidos dentro de uma unidade forte que é o estilo não tão simplesmente classificável da banda.
Formado no  Vale do Paranhana, no Rio Grande do Sul,  por Roberta Naviliat Ribeiro (Voz), Renato Ribeiro Neto  (Guitarra), Chico Paz (Baixo) e Daniel Seimetz (Bateria), o quarteto busca se conectar com fãs de rock sem preconceitos, falando em português para se aproximar ainda mais das pessoas que vivem ao nosso lado e possuem as mesmas realidades e necessidades dos iguais, sendo todos trabalhadores carentes em um país de poucos privilegiados.
Confira “Viajando ao Quadrado”:  https://onerpm.link/103404868412

Capa - Viajando ao Quadrado.jpg
Nos sigam e deêm um like na gente \m/
error
fb-share-icon

About Gustavo Diakov

Idealizador disso aqui, Fotógrafo, Ex estudante de Economia, fã de música, principalmente Doom/Gothic/Symphonic/Black metal, mas as vezes escuto John Coltrane e Sampa Crew.

View all posts by Gustavo Diakov →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.