Natacha Kamila lança álbum visual com superprodução

Desde os nove anos na música, Natacha Kamila vem de uma família de músicos. Cantora, compositora e multi-instrumentista, é no seu trabalho de estreia, o EP “Poeira no Infinito” (2021) que ela mostra a sua força. Todo o aprendizado de quem cresceu num ambiente artístico resultou também no álbum visual, com três faixas, que juntas contam a história de superação de uma mulher que viu na música a sua maior fonte de energia. O trabalho visual contou com direção de Bruno Ropelato e direção musical de Fabio Sung, também responsável pela produção do EP.

Assista “Poeira no Infinito”:

O “Poeira no Infinito” conta delicadamente a história de uma caminhada em busca de amor e liberdade, enquanto aprende a lidar com crises existenciais. De acordo com Natacha Kamila, foi pensando na sua trajetória de artista independente em um mundo opressor que a narrativa foi desenvolvida. É por meio de cada uma das três faixas que a artista mostra sua força, ao aprender a lidar com os medos e a impor sua voz.

“Inebriante e assustador ao mesmo tempo. Da cidade em direção à natureza, as canções ‘Próxima Estação’, ‘Nosso Tempo’ e ‘Poeira no Infinito’, descrevem uma única caminhada, em distintos momentos, com diversas sonoridades e muitas participações especiais. A partir de algumas percepções minhas sobre o momento que vivemos enquanto sociedade, eu busquei expressar em músicas que falassem de temas como o tempo e as incertezas. O tempo, as relações, as incertezas da vida, o desejo de viver, esperança para seguir, a coragem para ser, o amor para nutrir. Vai! Descobre o que te aprisiona. Vai! Relembra o que te apaixona. Tudo muda, toda hora. Quanta ganância cabe em nada?”, poetiza Natacha.

Com o intuito de mesclar ritmos latinos e brasileiros com uma roupagem moderna que chegou no seu trabalho de estreia. Para chegar neste resultado a cantora se inspirou em diversos artistas nacionais e internacionais, entre eles Tom Jobim, Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa, Chico César, Lenine, Luedji Luna, Mariana Aydar, Duda Beat, Erykah Baduh, Marissol Mwaba, entre outros. Sendo Céu e Ana Cañas as maiores referências para a produção do EP Poeira no Infinito, que resultou no trabalho visual. 

Violinista, violonista, cantora e compositora. Natacha Kamila está na música desde os 9 anos e de lá pra cá, ao crescer em um ambiente musical, ela graduou-se em Música (UDESC) e começou a trabalhar suas próprias composições. Em 2019, com a banda Di Fulô, lançou o álbum “Liberte (se)”, considerado um dos melhores lançamentos do ano pela mídia catarinense. Em 2021 iniciou sua carreira solo, como cantautora, e lançou o EP Poeira no Infinito, um trabalho que fala sobre o tempo e suas incertezas. Atualmente, segue na divulgação do compacto, que agora ganha nova vida graças à versão visual e atua também como violinista, cantora, compositora e professora de música.

Acompanhe Natacha Kamila

YouTube: https://www.youtube.com/NatachaKamila

Instagram: https://www.instagram.com/natachakamilav/

Facebook: https://www.facebook.com/natachakamilav

Nos sigam e deêm um like na gente \m/

About Tontin

Colaborador do Sonoridade formado em Comunicação Social. Já fez alguns designs para bandas e hoje em dia é produtor de podcast. Tem o conjunto de música jovem Merda como sua banda mais ouvida no Spotify.

View all posts by Tontin →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *