Duo porto-riquenho, Tunnl19, une rock, trap e música industrial no single “Voces”

Faixa foi produzida por Sean P. Jones, que já trabalhou com St. Vincent, Wyclef Jean e Eagles of Death Metal

Os músicos porto-riquenhos Ángel Yoel Soto e Eguie Fernández saíram do “túnel” para apresentar sua proposta musical inovadora com seu primeiro single “Voces”. A banda Tunnl19, onde Soto e Fernández realizam uma fusão de suas influências musicais como rock e pop rock, além de trap, música industrial e eletrônica.

“Fazemos música alternativa, usamos um pouco de tudo. Não quero ser rotulado em nenhum gênero em particular. Não é só rock, misturamos todas as nossas influências”, disse Soto, que é multi-instrumentista da dupla.

Fernández, por sua vez, explicou que a banda começou a tomar forma quando sentiu a necessidade de compor sobre as diferentes situações que estava vivenciando como resultado do lockdown imposto pelo governo para enfrentar o COVID 19.  Essas letras, Soto, complementou-as com o seu trabalho musical que trouxe à luz o single “Voces”.

“Durante o lockdown, senti a necessidade de falar sobre como se sente durante o bloqueio, para dar esperança às pessoas. Daí veio o nosso single que é ‘Voces’. São aquelas vozes que chegam até você, mas você sabe que tem que colocá-las de lado, descartá-las”, disse Soto.

Para o lançamento, o Tunnl19 contou com o trabalho do renomado engenheiro e produtor Sean P. Jones, que já trabalhou com artistas do calibre de St. Vincent, Wyclef Jean, Eagles of Death Metal, entre outros.  “Voces” e as outras cinco músicas que estão prestes a ser lançadas, os músicos garantem que as letras são histórias de experiências com as quais o público poderá se identificar.

“Voces”: https://open.spotify.com/album/01ApCqVXKUmssz5GZ4hsRw

Nos sigam e deêm um like na gente \m/
error
fb-share-icon

About Gustavo Diakov

Idealizador disso aqui, Fotógrafo, Ex estudante de Economia, fã de música, principalmente Doom/Gothic/Symphonic/Black metal, mas as vezes escuto John Coltrane e Sampa Crew.

View all posts by Gustavo Diakov →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.