Joni reflete sobre o ‘corre’ na sensual Ficção (feat NoShugah)

O artista de R&B contemporâneo Joni chega ao primeiro lançamento do ano. A sensual ‘Ficção’ é uma colaboração com o beat maker NoShugah. A ambiência leve e progressiva também traz a reflexão que é o de muitas pessoas: “Como seria a vida se o meu corre realmente virasse?”

Ouça Ficção aqui: https://bit.ly/ficcao_. O lançamento é pelo selo Canil Records.

O single também ganhou um visualizer: https://youtu.be/wytNhF0aIaM.

A música personifica, de forma subjetiva “a vida após um corre de sucesso”, atingindo novos padrões, com muita grana a ponto de não se preocupar com os preços das coisas.

‘Ficção’ nasceu de um beat de NoShugah, que convidou Joni ao imediatamente ter a percepção que a voz do cantor e compositor paulistano traria o encaixe perfeito em ‘Ficção’.

Joni e NoShugah se conheceram na faculdade de produção musical e sempre tiveram muita semelhança no estilo de trabalho. Agora, ambos mais maduros e experientes, esse foi o momento certo de se encontrarem.

‘Ficção’ é envolvente, com beats e teclas que sugerem o leve movimento do corpo, em um ritmo suave. E são as vocalizações e interpretações de Joni que dão o tom da canção.

Neste primeiro lançamento do ano, Joni mostra novas facetas, com entonações distintas numa mesma estrofe. Além disso, o cantor está a cada música mais afiado nas rimas e construções líricas.

Joni afirma que 2022 é um ano importante para sua carreira e, desde este primeiro single. “Será um ano de bastante entrega, desde álbum até participação minha em filme. Esse primeiro lançamento é apenas o ponto de partida. É um ano que vou aproveitar muito artisticamente e estou desde já muito focado nisso”, ele comenta.

Joni nas redes

instagram.com/joniojoni

facebook.com/souljoni

Canil Records

http://spoti.fi/3nX0AOZ​ (Playlist da Canil)

http://bit.ly/insta_Canil​

Nos sigam e deêm um like na gente \m/
error
fb-share-icon

About Gustavo Diakov

Idealizador disso aqui, Fotógrafo, Ex estudante de Economia, fã de música, principalmente Doom/Gothic/Symphonic/Black metal, mas as vezes escuto John Coltrane e Sampa Crew.

View all posts by Gustavo Diakov →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.