Biff Byford: “Ficamos parados no meio de uma terra de ninguém entre México e Estados Unidos”

Biff Byford: “Ficamos parados no meio de uma terra de ninguém entre México e Estados Unidos”

Em mais um episódio da série “Por Dentro Com Paulo Baron” no canal do YouTube do crítico musical Regis Tadeu, ele e o empresário mexicano e promotor de shows entrevistaram Biff Byford, encorpando a lista de ilustres figuras globais da música com a qual a dupla já conversou, com nomes do porte de Sammy Hagar, Paul Stanley, Michael Kiske e Nikki Sixx, amigos de longa data de Baron.

Na entrevista de aproximadamente quarenta e cinco minutos, o lendário vocalista do Saxon revelou de onde surgiu a curiosa inspiração para a letra de “Running For The Border”, faixa incluída no álbum Killing Ground (01). Confira o trecho da interação entre os três:

Paulo Baron: Em 2001, vocês lançaram o grande álbum Killing Ground, que tem a música “Running For The Border”. Eu sempre tive essa curiosidade e nós já conversamos sobre isso uma vez, mas eu gostaria que você falasse sobre isso. Nós falamos sobre isso num jantar uma vez. Aquilo realmente aconteceu após um de nossos shows em Chihuahua? Lembra que o último show foi em Chihuahua? 

Biff Byford: Sim, eu me lembro.

Paulo Baron: Explique isso! Na verdade, é uma ótima história.

Biff Byford: Na verdade, você não estava lá! Um dos seus assistentes estava lá. Nós estávamos nesse tour bus do México, que era mais ou menos uma van. Era tipo um ônibus escolar americano antigo. As pessoas conseguem imaginar, tudo era feito de metal e madeira. Era divertido, eu gostei, mas o ônibus não podia atravessar a fronteira para os Estados Unidos e nós tivemos que parar.

Paulo Baron: Tiveram que parar para trocar de ônibus, né?

Biff Byford: Chegando à fronteira, fomos parados pela polícia, os federais, ou qualquer que fosse o nome, e nos pediram pelas camisetas, CDs, essas coisas. Estávamos sendo assediados, de certa forma, no caminho para casa. Tínhamos um ônibus americano esperando por nós na fronteira e estávamos atrasados. Tivemos que descer do ônibus e andar por cerca de uma milha até chegar ao outro ônibus e daí que vem a música “Running For The Border”. E também é sobre as pessoas que correm para a fronteira para entrar nos Estados Unidos, mas basicamente a música foi inspirada nesse acontecimento. Já era tarde, depois da meia-noite, não tinha ninguém perto. Foi maluco. Éramos como pessoas contrabandeando até os Estados Unidos. Foi louco. E, por sorte, o motorista esperou por nós. Então basicamente ficamos parados em Chihuahua, ou seja, lá onde nós estávamos, no ônibus, no meio de uma terra de ninguém entre o México e Estados Unidos. A música é sobre isso. Culpa sua! [rindo]

Paulo Baron: E é engraçado, estamos falando de 1998. Antes disso, ninguém tocava em Chihuahua, pois as pessoas tocavam em El Paso, no Texas, que está a apenas duas horas de Chihuahua. E o Saxon foi a primeira banda de heavy metal a tocar em Chihuahua. E eu me lembro dos mexicanos com sombreros e pistolas assistindo ao show. E nosso tour bus era engraçado, ele tinha madeiras e metais. Você tem alguma foto disso?

Biff Byford: Era algo que seu tio tinha feito: “Ah, vou fazer um tour bus para eles”. E quando chegamos para tocar, tinha outro show agendado para o mesmo horário que nós tocamos, era uma parada disco. É verdade! Tinha todos aqueles jovens esperando do lado de fora com chapéus de cowboy andando por ali e estávamos dentro do prédio. E o cara da casa disse que tínhamos que parar. “Vá se foder, acabamos de começar”, foi meio que uma guerra em Chihuahua. Uma loucura!

Régis Tadeu: Biff, você se lembra do momento mais engraçado e ao mesmo tempo mais embaraçoso no palco?

Biff Byford: Sim, Chihuahua!

Régis Tadeu: Não, no palco!

Biff Byford: Sim, exatamente, Chihuahua! Terrível! Era um palco pequeno, na verdade. Mal dava para colocar a bateria nele. Era assim no passado. Nós nos divertíamos tocando para os nossos fãs. Era uma loucura!

A entrevista se encontra disponível no canal do Regis Tadeu. Assista já:

Siga a Top Link Music nas redes sociais:

Instagram: @toplinkmusic

Facebook: @toplinkmusicoficial 

Nos sigam e deêm um like na gente \m/
error
fb-share-icon

About Gustavo Diakov

Idealizador disso aqui, Fotógrafo, Ex estudante de Economia, fã de música, principalmente Doom/Gothic/Symphonic/Black metal, mas as vezes escuto John Coltrane e Sampa Crew.

View all posts by Gustavo Diakov →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.