“Uma música anti machista destinada aos homens, inclusive eu” Yannick Hara e Beatmonk lançam o single JOI (A QUEDA DA CASA DOS HOMENS) inspirado no filme Blade Runner 2049 e nos estudos da psicóloga Valeska Zanello

Yannick Hara assume sua responsabilidade enquanto homem cis dentro de uma sociedade machista e lança novo single inspirado na cultura cyberpunk

“Até quandos os meus padrões permanecerão? / Até quando os seus erros
permanecerão? / Se do ventre eu vim porque subjulguei / Se do ventre eu vim a relação
abusei” é um dos trechos do novo single de Yannick Hara chamado JOI (A QUEDA DA CASA
DOS HOMENS) inspirado na personagem de Blade Runner 2049 de Denis Villeneuve
interpretada pela atriz Ana de Armas. JOI é uma mulher, um holograma desenvolvida por uma
corporação para atender as necessidades do homem, agora a pergunta é como a misoginia e o
machismo evoluiu a ponto de uma corporação produzir um holograma substuindo a mulher
humana?

Arte: Larissa Miwa

Ja vivemos isso nos tempos de hoje o programa Alexa é uma assistente virtual que
obdecer as ordens de seu consumidor, JOI é o extremo, o caminho que a humanidade vai
percorrer e mediante a essa visão o artista Yannick Hara e o beatmaker Beatmonk lançam o
single JOI (A QUEDA DA CASA DOS HOMENS) uma música segundo Yannick “Uma música
anti machista destinada aos homens, inclusive eu” o single também é inspirado nos
estudos da psicóloga Valeska Zanello que fala sobre a existência da Casa dos Homens
dentro de nossa sociedade. A capa foi feita pela artista Larissa Miwa.

Ouça esse novo trabalho de Yannick Hara, sensível, provocador e profundo.


https://youtu.be/4HFfRmv8uTA

Nos sigam e deêm um like na gente \m/
error
fb-share-icon

About Gustavo Diakov

Idealizador disso aqui, Fotógrafo, Ex estudante de Economia, fã de música, principalmente Doom/Gothic/Symphonic/Black metal, mas as vezes escuto John Coltrane e Sampa Crew.

View all posts by Gustavo Diakov →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.