Resenha: João Gordo & Asteroides Trio

Punk e Rockabilly se juntam em uma noite dançante no La Iglesia


“A influência e a notoriedade do estilo desvaneceram-se nos anos 60 com o surgimento da
invasão britânica e o sucesso da Motown, mas durante o final dos anos 70 e começo dos
80 o rockabilly passou por uma recuperação em sua popularidade que permanece até os
dias de hoje, frequentemente vinculada a uma subcultura própria. Rockabilly deixou um
legado, gerando uma variedade de sub-estilos e influenciando outros gêneros como o punk
rock”
Fonte: Wikipedia.


Na noite de sexta feira (22/01) pós feriado de Tiradentes, quem não meteu marcha da
caótica São Paulo para descansar e curtir o feriado, encontrou diversas opções de lazer
espalhadas pela cidade, e uma dessas opções foi o show do Gordo (Ratos de Porão) em
companhia do Asteróides Trio.


Pouco depois das 20hrs as portas da casa são abertas o pouco público presente já entra a
casa, alguns para beber, outros para usar o banheiro, e outros apenas para garantir um
bom lugar na casa para assistir a apresentação. Quem entrou logo que a casa abriu, teve a
oportunidade de tirar uma foto com João, cumprimentar e rocar algumas palavras.
A tão famosa banquinha de merch presente em todos os roles apresentava uma variedade
de itens do Asteróides Trio com Gordo como camisetas, adesivos, discos de vinil e etc…
A discotecagem fez jus ao evento, Little Richards, The Coasters, Johnny Amelio, Hasil Adkins, Bob Vidone, Billy Riley entre outros nomes conhecidos foram responsáveis pelas
danças espalhados pela casa, um casal se destacou por apresentar sincronia e
conhecimento nos passos dignos do Rockabilly. Após as 21hrs o público ia marcando
presença no evento enchendo a pista do La Iglesia, um pouco diferente do que estamos
acostumados a ver nas apresentações do Ratos, o público em sua maioria era uma galera
de mais idade, sem dúvidas um público fã de Ratos de Porão e Rockabilly.


22hrs o show teve início a mistura entre Ratos e Asteróides Trio não podia ficar melhor, os
grandes clássicos do RDP agradaram a todos os presentes inclusive aqueles que ainda não
não conheciam o trabalho que teve início durante a pandemia como o próprio Gordo
comentou durante o show. Covers também fizeram parte do Setlist, entre um deles blitzkrieg
pop dos Ramones, Ariel integrante do Inocentes também subiu ao palco, e cantou “Medo”
um clássico do Cólera que foi puxado pelo baterista, e em coro o público deu início a
música, logo após a musica ele homenageou Redson e Tina, dois nomes importantes no cenário nacional.


Rodas de mosh foram substituídas por passos dos anos 50/60 e os famosos pulos do
Juninho foram substituídos por “giros” de contrabaixo, conduzidos com maestria pelo
Weasel.
Após as música do Setlist principal acabar, a banda deu continuidade ao show, com mais
alguns covers, Delinquentes, Replicantes, uma versão “Wake up little Susie” do The Everly
Brothers e Resto de nada.

Asteroides Trio é uma banda de rockabilly formada em 2006 na cidade de Arujá-SP.
Influências da banda: rock’n’roll dos ano 50 e 60, rockabilly, psychobilly e punk rock. Possui
dois disco lançados oficialmente, o Punkabilly – Tributo Rockabilly ao Punk Nacional (2013),
que também foi lançado em vinil pela Neves Records em 2019 e o Geração Drosophila
Melanogaster (2017).

Confira a galeria de fotos:

Resenha: João Gordo & Asteroides Trio

Texto e fotos: Gustavo Diakov

Agradecimentos: Powerline/Erick Tedesco/Tedesco Comunicação e Mídia.

Nos sigam e deêm um like na gente \m/
error
fb-share-icon

About Gustavo Diakov

Idealizador disso aqui, Fotógrafo, Ex estudante de Economia, fã de música, principalmente Doom/Gothic/Symphonic/Black metal, mas as vezes escuto John Coltrane e Sampa Crew.

View all posts by Gustavo Diakov →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.