sonoridadeunderground

Antiprisma lança clipe que une session e lyric video

Antiprisma lança clipe que une session e lyric video

Em uma espécie de session à distância, o Antiprisma apresenta, pela primeira vez em vídeo, os quatro integrantes da nova fase da banda tocando a música “Meu Antigo Futuro de Sempre”. O grupo formado por Elisa Moreira e Victor José, agora conta também com Ana Zumpano (Lava Divers) e Rafa Bulleto (BIKE, Leza, Fluhe, Sara Não Tem Nome). A canção animada está no segundo disco, Hemisférios, lançado no ano passado.

A canção “Meu Antigo Futuro de Sempre” nunca havia sido tocada ao vivo com banda, apenas em dupla. No álbum ela aparece completa, com baixo e bateria, mas o arranjo apresentado no clipe é novo, com Ana Zumpano (bateria) e Rafa Bulleto (baixo). 

“Além disso, é nosso primeiro lyric video. Durante a edição do vídeo, lembramos que vira e mexe nos pedem as letras das nossas músicas, então resolvemos colocar — ainda mais que essa é uma música bem focada na letra. É uma versão inédita dessa música que estamos ansiosos para tocar ao vivo todos juntos, quando tudo isso acabar!”, anseia Elisa Moreira (voz, violão e guitarra).

Enquanto a quarentena não acaba, fazer a session serve para matar a saudade do Antiprisma, que como tantos artistas brasileiros estão impossibilitados de tocar juntos. Victor José (voz, violão, guitarra e viola caipira) conta que a reunião foi terapêutica: 

“O que tornou ainda mais especial foi o fato de termos escolhido uma faixa que traz uma letra alinhada ao que a gente tem vivido e sentido. Engraçado ver como que as músicas vão se ressignificando com o tempo. Ainda mais curioso é que essa é uma das nossas composições mais antigas, composta antes do nosso primeiro EP existir, na real até antes de Antiprisma ser Antiprisma. Ela atravessou todo esse tempo e agora ganha um sentido maior, finalmente com a identidade certa.”.

O lançamento do clipe/session e as lives que o Antiprisma vêm fazendo no Instagram são uma forma de apoiar o isolamento social, sem abrir mão de manter a cabeça e projetos funcionando. A ideia do Antiprisma é dialogar com quem acompanha a banda e oferecer alento aqueles que sentem-se só neste momento. Para Ana Zumpano, que já acompanhava a banda em shows ao vivo, é uma forma de permanecer juntos, mesmo distantes:

“O Antiprisma sempre foi muito presente na minha vida. O prazer de trabalhar com eles está diretamente envolvido com a troca musical, afetuosa e pessoal. Antes mesmo da pandemia, tínhamos feito uma viagem juntos e, isso sempre foi muito positivo pra mim. A ideia do vídeo nos deu a oportunidade de trabalhar, mesmo que a distância, conectados e em sintonia. Fizemos como sempre, cada um contribui com o conhecimento que tem em diversas áreas e assim acabamos fazendo um trabalho harmonioso”, define Ana Zumpano.

O Antiprisma é uma banda de São Paulo, formada em 2014, com fortes influências do folk, da psicodelia, e do rock da década de 70. Em sua discografia, a banda conta com o EP “Antiprisma” (2014) e os álbuns “Planos Para Esta Encarnação” (2016) e “Hemisférios” (2019). Participou também da coletânea “O Mundo Ainda Não Está Pronto”, em comemoração aos 25 anos do grupo Pato Fu, organizada pelos blogs Hits Perdidos e Crush em Hi-Fi, que teve destaque na mídia nacional.

O vídeo de “Meu Antigo Futuro de Sempre” contou com Elisa Moreira (violão e vocais), Victor José (violão e vocais), Ana Zumpano (bateria) e Rafa Bulleto (baixo). O vídeo foi editado e a música foi composta pelo Antiprisma.

Assista “Meu Antigo Futuro de Sempre”:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *