sonoridadeunderground

Raven & Leather em São Paulo

Raven & Leather em São Paulo

Duas grandes bandas do heavy metal mundial em única apresentação em São Paulo: Raven & Leather.

 

No próximo dia 7 de junho, em são Paulo a The House (antigo hangar 110) recebe dois grandes nomes do Heavy metal mundial, Raven e Leather

 

A banda Raven foi formada em 1974 pelos irmãos Mark (guitarra e vocal) e John Gallagher (baixo e vocal) em Newcastle, Inglaterra. Eles chamaram alguns amigos para tocarem alguns covers de Deep Purple e Status Quo, até começam a criar seu material próprio. A banda se estabilizou com Mark, John, Paul Bowden (guitarra e vocal) e Mick Kenworthy (bateria).

Eles tocaram muito em pubs ingleses, quando Mick saiu da banda em 78. Em seu lugar entrou Sean Taylor. Já em 79 foi a vez de Paul sair da banda e entrar Pete Shore, que em pouco tempo saiu da banda, dando lugar para Rob Hunter. Já como power-trio e com uma sonoridade própria, o Raven, eles lançaram um single de nome “Don’t Need Your Money” pela pequena gravadora Neat Records. Após divulgarem o single chegaram a abrir shows de Iron Maiden e Whitesnake.

Em 1981, foi lançado “Rock Until You Drop”, o primeiro álbum da banda. Com ele a banda pôde tocar por quase toda a Europa. No próximo ano, saiu o álbum “Wiped Out”. Com composições bastante rápidas, é um dos álbuns preferidos entre os fãs. Saiu também o single “Crash Bang Wallop”. Depois, trabalhando com Michael Wagner e Udo Dirkschneider (Accept, UDO) gravaram o álbum “All For One” tocando no festival de Aardschock na Holanda, e fizeram sua primeira tour nos Estados Unidos, com o Metallica abrindo seus shows, e assinando com a Megaforce para seu terceiro trabalho, All For One lançado em 1983.

Em 1984, quando o Anthrax abria seus shows, o Raven gravou um ótimo show e soltou o álbum ao vivo “Live At The Inferno” o último. Contratados pela gravadora Atlantic, a banda muda radicalmente seu estilo musical para um som mais glam, e gravam seu primeiro álbum pela nova gravadora em 1985, “Stay Hard”. A banda faz seu primeiro clipe para o single “On & On”.

O próximo álbum foi o “The Pack Is Back”, tem a produção do renomado produtor Eddie Kramer (Kiss, Led Zeppelin). Esse álbum talvez seja o álbum mais comercial já lançado pela banda. Nessa tour, a banda abriu para o Judas Priest que divulgava o álbum “Turbo”;

Em 1987, a banda lançou “Life’s A Bitch”. Após a tour desse álbum, Rob saiu da banda e em seu lugar entrou Joe Hasselvander do Pentagram. Em 1989, a banda assinou com a Relativity Records para gravar “Nothing Exceeds Like Excess”, que marcou o retorno do Raven a seu som rápido e pesado.

No início da década de 90 a banda lançou “Architect Of Fear” e logo após “Heads Up!” (1992), que não obtiveram grande sucesso. Em 1994, então, a banda lançou “Glow”, álbum que mudou um pouco o estilo da banda e que contém um cover para “The Rocker”, música do Thin Lizzy. No ano de 1995, a banda lançou outro registro ao vivo, que levou o nome de “Destroy All Monsters – Live In Japan”, álbum excelente, contendo grandes músicas do Raven, que inclusive foi lançado recentemente no Brasil via Hellion Records.

O próximo álbum da banda foi “Everything Louder”, que teve uma grande tour. Apesar disso, o Raven nunca mais foi a mesma banda da época de “Life’s A Bitch” ou outros grandes álbuns dos anos 80.

Leather Leone começou a cantar no início dos anos 80. Ela se uniu à baterista Sandy Sledge para fundar a banda de metal feminina Rude Girl em San Francisco, Califórnia. O grupo começou a encabeçar shows de metal na área de San Francisco, e estava em palcos com grupos como Suicidal Tendencies e Megadeth. A banda foi convidada a assinar um contrato de sete anos com a Columbia Records, para gravar um disco com o produtor Sandy Pearlman, que havia trabalhado com o Black Sabbath, mas o grupo se separou antes de gravar seu primeiro álbum. Pelas regras do contrato o nome da banda deveria mudar para Malibu Barbi, o que, fatal e felizmente não ocorreu.

Chastain (1984): Leone logo se tornou vocalista da banda Chastain. O grupo foi idealizado por Mike Varney, presidente da Shrapnel Records para um álbum solo de David T. Chastain. Varney tinha notado a habilidade de guitarra de Chastain, membro da banda CJSS e, ao mesmo tempo, ele queria ajudar a dar um rumo para o talento da jovem cantora. Ela gravou cinco álbuns com Chastain durante seis anos, e o grupo em diferentes momentos continha membros de Alice Cooper, Cannibal Corpse e King Diamond. Depois de um longo hiato, Leather Leone começou a gravar com Chastain novamente. Eles lançaram “Surrender to no one” em 2013. Chastain também lançou “We bleed metal” em 2015. Com Chastain, Leather Leone não faz turnê desde 1990.

Carreira solo (1989): Ela lançou seu álbum solo, Shock Waves, em 1989, pela Roadrunner Records. O álbum foi lançado pela primeira vez pela própria gravadora de David T. Chastain, Leviathan Records. O disco é heavy n’ hard típico da cena americana, o que, em nada desmerece o trabalho. Pelo contrário, foi um belo passo inicial de uma carreira, que se pretendia, de

sucesso. Por questões não explicadas, a banda separou-se e o sucesso não veio para a cantora, mas sua marca dificilmente será apagada. Leather, como uma grande profissional, persiste até os dias de hoje.

Leather II (2016): ressurgida das cinzas, há 2 anos, Leather Leonereaparece de forma surpreendente com uma banda formada por músicos brasileiros. No Brasil, gravam o seu último álbum e com o novo grupo faz uma bem-sucedida turnê sul-americana.

______________________________________________________________________

SERVIÇO

Raven + Leather Leone em São Paulo/SP

Data: 07/06/2019

Local: The House (Antigo Hangar 110)

Endereço: R. Rodolfo Miranda, 110, Bom Retiro – São Paulo/SP

Ingressos: www2.clubedoingresso.com/evento/raven-leather-thehouse-07-06-2019

Classificação etária: + 18 (menos apenas acompanhados de pai e/ou mãe)

Maiores informações: www.facebook.com/events/2219223458134129

Produção: Ev7 Live

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *