Escolha uma Página

O Odins Fest voltou as raízes no último final de semana, no Fabrique Club, apenas com bandas nacionais, o festival chegou a 4º edição, mostrando que a cultura viking no pais é mais forte do que muita gente pensa.

A casa foi aberta para o público em geral as 14 horas e algumas pessoas já estavam presentes no evento. Antes da primeira banda dar início a apresentação algumas pessoas já se aglomeravam próximo ao palco, enquanto outras conferiam os expositores presentes na casa. Durante o Intervalo das bandas, a trilha sonora ficou por conta do Dj Rodrigo Branco, tocando hits do cenário folk/viking.

As 15:10 dando início as apresentações o Taberna Folk subiu ao palco, com uma sonoridade inspirada nos principais temas medievais, nórdicos entre outros, com o objetivo de trazer para os dias de hoje a diversão dos antepassados e a alegria das tabernas da era medieval. A banda mostrou um setlist com clássico, além de um cover de Drunken lullabies, do Flogging Molly. Durante todo o show, vestidos a caráter, o público presente não parou um minuto, com danças típicas da cultura Medieval.

Com mais pessoas chegando ao evento, A segunda banda a dar as caras no palco do Fabrique foi Hugin Munin, banda de metal formada em em 2011, estreou com “Ten Thousand Spears For Ten Thousand Gods”, um disco que é puro Heavy Metal. A banda deu início ao show com toda força e colocou o público para bater cabeça formando rodas durante todo o show. Com a participação de integrantes do grupo tributo ao Manowar (Kings Of Steel) eles divulgaram o novo som, ‘’Flight of Ravens’’ que estará presente no próximo álbum, além de gravarem takes para o próximo clipe da banda.

Com a casa completamente cheia, o Terra Celta subiu ao palco, e já no primeiro instante, levou o público a loucura, a pedidos do vocalista e violinista, Elcio Oliveira todos fizeram um breve alongamento e assim foi dado início ao show.

Com uma presença de palco única e cativante, Elcio Oliveira fazia todos cantarem suas músicas, e durante o repertorio mandou um cover dos conhecidos “the real Mackenzie”e antes do início da música, ensinou o refrão para o público:

‘’A lemon grows a pip
A yard will build a ship
As Satan is my master
I will get you a Chip’’

Assista ao vídeo da música:

https://www.youtube.com/watch?v=arwr8o0UCpc

 

Com um setlist cheio de hits, a banda encerrou a primeira parte do show com uma música dedicada as mulheres, e logo depois, após pedido do público, os músicos retornaram ao palco, para encerrar a apresentação.

Para encerrar a noite, e a quarta edição do Odins Krieger Fest, a já conhecida pelo público, Confraria da Costa deu início ao show. Quem permaneceu na casa até o final do evento, gastou o resto da energia na apresentação da banda.

Fundada em 2010, em Curitiba Sua música tem influências do Blues, Folk, Jazz, o grupo já é bem conhecido pelos admiradores da cultura Folk, e já esteve presente em outros eventos relacionados a cultura. A apresentação da banda foi empolgante do início ao fim, com músicas conhecidas e, também, com uma presença de palco sensacional.

 

O Odins Krieger Fest novamente mostrou sua força com a 4 edição do festival, agora ficamos no aguardo da próxima edição.

Galeria de fotos: https://flic.kr/s/aHsmDQGT4b

__________________________________________________________________________________________

Texto e fotos: Gustavo Diakov

Agradecimentos: Erick Tedesco/Tedesco comunicações e mídia/Odins Krieger Fest