Escolha uma Página

Pocket Show de lançamento 

Guilherme Elias, do Surra, é um dos destaques do EP “Virou Brasil”, lançamento surpresa antes do tão esperado “Escorrendo Pelo Ralo”, terceiro disco da banda paulista.

Apenas para convidados, o lançamento aconteceu na última quinta-feira, 09 de maio, no Espaço Som em São Paulo.

Após o último trabalho lançado em 2018, a espera pelo novo cd era uma das mais aguardadas desse ano. Gravado entre setembro de 2017 e fevereiro de 2019 no Family Mob, com exceção de “Virou Brasil PT1”, o Surra trouxe algo completamente fora do convencional. Com uma crítica dura e pesada à atual situação política brasileira, eles surpreendem mais uma vez mostrando uma diferente forma de protesto.

O Sonoridade Underground acompanhou a premiere do novo disco do Surra e ainda batemos um papo com o baixista, Guilherme Elias, que falou sobre a expectativa com o novo trabalho e demais curiosidades, como a participação inusitada do samba no lançamento. Não apenas pelo seu desempenho nas 4 cordas, dessa vez ele chegou para mostrar uma antiga paixão: o cavaco. Com a ajuda de seu pai e influências como Bezerra da Silva, a música “Virou Brasil Parte 1” é um dos destaques do disco.

Durante a apresentação, os músicos mostraram o trabalho de Marcelo Dod que criou toda arte do disco e contaram com a participação do Caio Augusto, vocalista do Desalmado, em um dos sons mais rápidos desse lançamento “A Troco De Nada”, que tem apenas 10 segundos.

Dentre as novidades do disco, que estará disponível para compra na semana que vem, podemos destacar também a música “Bom dia Senhor” que tem quase 6 minutos de duração, algo que não era muito explorado nos seus últimos trabalhos, além de “Viver Em Santos” que possui riffs influenciados pelo reggae e ska.

É a primeira vez que se mistura samba e thrash, dois estilos que a gente adora.

Influenciados pelos riffs rápidos do Thrash Metal e pela linguagem direta e a atitude do Hardcore Punk, o trio já dividiu palco com alguns dos principais nomes do underground no Brasil, como Sepultura, Ratos de Porão, Dead Fish, Claustrofobia, D.F.C., Garage Fuzz, Project46, e até mesmo nomes internacionais como D.R.I. e Dr. Living Dead. Por falar em palcos, a banda se tornou conhecida pelo seu ritmo incansável de turnês. Desde 2012, já são mais de 250 shows por todas as regiões do Brasil e mais de 10 países da Europa.

 

________________________________________________________________

 

Galeria de imagens: https://www.flickr.com/photos/xdiakovx/albums/72157708525492484/with/46908267725/

Shows:  Carol Folha  – +55 11 97058-2617

Contato: surrahardcore@gmail.com

Texto: Haila Martins Maciel

Fotos: Gustavo Diakov

Agradecimentos: Surra/Three Green Hearts